Moradia Autossuficiente É Sonho Possível, Contudo Gasto E Tecnologia São Entraves - Residir

Necessita Haver No mínimo 10 Assinantes



Com hábitos de consumo mais conscientes e uma bacana ajuda da tecnologia, é possível deixar de pagar contas de água, claridade e gás e viver numa casa completamente autônoma, desconectada das redes de distribuição. Entretanto ainda há dúvidas se isto é sustentável e praticável economicamente. Hoje, a maneira mais acessível de gerar a própria energia é com painéis fotovoltaicos, que geram eletricidade por intermédio da claridade do sol.


O defeito é que, à noite, nada é produzido. Para ter uma casa desligada da rede seria preciso investir em baterias, o que envolve um alto custo. Beto Cabariti, diretor de design da SysHaus, startup que faz sistemas construtivos sustentáveis. Potenza Energia Solar garantir a autonomia energética, ainda seria obrigatório possuir uma segunda fonte geradora, como uma turbina eólica, de acordo com Sasquia Obata, engenheira e professora da Mackenzie. Isso já que em dias nublados, com menor irradiação solar, a realização talvez não seja suficiente mesmo com o armazenamento em baterias..


Pra não precisar da rede de abastecimento de água, uma opção seria fazer captação das chuvas e cuidar toda a água usada na moradia. Luiz Henrique Ferreira, da Inovatech Engenharia, consultoria de sustentabilidade. Ele bem como ressalva que um processo intensivo de purificação de água exigiria um consumo elevado de energia, o que talvez desequilibrasse a balança da autonomia da moradia. No caso do gás, já existem hoje no mercado biodigestores domésticos, que transformam resíduos orgânicos em gás pra cozinha.



  1. Pouca eficiência nos períodos frios do ano

  2. 30 de março de 2015 às 17:Dezessete

  3. Tubo de ensaio

  4. Economia de setenta e três litros de gasolina por ano

  5. trinta e um a quarenta : 1730,0 a 7260,0 : 1730,0 a 7260,0

  6. 1 a 1,cinco anos 38-240 mg/dL



1.600, a fabricante Recolast Ambiental promete uma geração equivalente a um botijão por mês. Mas será que realmente compensa investir na viabilização de uma residência independente? Pro especialista, o ideal seria um funcionamento interligado em pequenas comunidades, com residências, escritórios e comércio. Desse modo, o excedente de eletricidade gerado por um um condomínio residencial no decorrer do dia, por exemplo, poderia ser usado para abastecer um edifício corporativo. No Jardim São Paulo (zona norte de São Paulo), fica uma residência que está perto da liberdade. No telhado, ela tem duas fontes geradoras de energia: painéis solares, com conexão com a rede elétrica, e um gerador eólico, ligado a baterias.


No momento em que carregadas, elas permitem que a casa funcione inteiramente desconectada da concessionária. Os painéis fotovoltaicos continuam produzindo energia, que é encaminhada à rede. Isto gera créditos que conseguem ser usados em até sessenta meses ou compartilhados com um imóvel de titularidade de uma mesma pessoa física ou jurídica. Com três moradores, entre eles o criador da casa, o engenheiro João Barassal Neto, o lugar, chamado de Smart Eco House, só saiu do papel com a ajuda de corporações parceiras e serve pra amostra dos materiais.


A residência tem outras soluções sustentáveis, como tratamento de água A Autonomia No Universo Dos Computadores de até 80% nos meses chuvosos. 450 1000. “Entretanto é um investimento que se paga”, diz. Como Saber Quantos Painéis Solares São Necessários Em Minha Residência? é necessário fazer para ter uma moradia mais autônoma? Quinze 1 mil a vinte mil. Em cinco de junho, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) expandiu o financiamento para energia solar e outros tipos de cogeração a pessoas físicas. É preciso verificar se o investimento realmente compensa. 1.600, e a organização reitera que a criação de gás é equivalente a um botijão por mês, podendo diversificar um tanto para mais ou pra menos.


Sugestões De Consumo Inteligente investir mais, é possível ter um sistema de reúso de águas cinzas, que envolve tratamento da água que vem de lavatórios ou chuveiros para ser reutilizada para fins não potáveis, como rega de jardins e descarga. Como requer tubulações diferentes, precisa ser pensado pela fase de projeto.


Se você procura jogos de última formação, é melhor ficar atento, já que o Spectre x360 não possui uma placa de vídeo dedicada, o que tende a conter o poder de fogo da máquina. O que vocês acharam das novidades da Apple em 2015? Opine no Fórum do TechTudo. Outro ponto que merece atenção é a capacidade de armazenamento.